Photo Credit: Global Diaspora News (www.GlobalDiasporaNews.com).

Source of original article: Carolina G. Fiuza / Global Voices (pt.globalvoices.org).

Nota do blogue da comunidade: Esse post relança uma nova série chamada GVer da Semana, onde a cada quarta-feira apresentaremos um membro de uma comunidade diferente que tenha sido nomeado por um de seus colegas. Se você deseja indicar alguém para aparecer aqui, preencha esse formulário.

Originalmente da Jordânia e da Espanha, Mariam Abuadas conhece a Global Voices há muito tempo, da época em que ela fez parte da nossa rede estendida. Foi somente em 2019 que se tornou uma colaboradora ativa da Global Voices em Árabe e das equipes do Oriente Médio e África do Norte (MENA), graças ao apoio do Gerente do Lingua da GV. Nessa entrevista por e-mail, Mariam conta mais sobre seus interesses, motivações e explica por que acha que a GV em especial exerce um papel importante na região MENA.

Global Voices: O que você faz fora da GV? Quais são seus outros interesses?

I have recently moved to Canada, and the last few months I have been focusing on my family life. Helping my children transition smoothly and adapt to a new life, place, and new normal. I am also working on a new media project with my partner Naseem Tarawnah, which takes up much of my time lately.

Recentemente, me mudei para o Canadá, e nos últimos meses me concentrei na minha vida familiar. Ajudei meus filhos a fazerem uma transição mais tranquila e se adaptarem a uma nova vida, lugar e um novo normal. Também estou trabalhando em um novo projeto de mídia com minha sócia Naseem Tarawnah, o que toma bastante do meu tempo ultimamente.

GV: O que é uma coisa surpreendente sobre você?

I have a deep interest in the impact technology has on Arab societies specifically, and the role language plays in that dynamic. For instance, over the past two years, I became completely absorbed by Blockchain technology and the solutions it could provide to solve various challenges in the MENA region. I recently helped publish a technical guide on the topic in Arabic as I believe it could prove useful for young Arabs to have access to information on emerging technologies like Blockchain, in the Arabic language.

Tenho grande interesse no impacto que a tecnologia tem especificamente nas sociedades árabes, e o papel que a língua exerce nessa dinâmica. Por exemplo, nos últimos dois anos, fui totalmente absorvida pela tecnologia Blockchain e pelas soluções que essa tecnologia poderia fornecer para resolver vários desafios na região MENA. Recentemente, ajudei na publicação de um guia técnico no tópico em Árabe, pois acredito que possa ser útil para jovens árabes terem acesso a informação em tecnologias emergentes como o Blockchain, na língua árabe

GV: O que você quer que as pessoas saibam sobre o lugar que você mora?

I’m still new to Canada, and getting to know it during a global pandemic has been pretty challenging. But so far, my biggest surprise has been just how diverse and generally peaceful Canadian society is. It’s one thing to hear it described, and quite another to be immersed in a place that brings together such a multitude of backgrounds.

Ainda sou nova no Canadá, e conhecer o país durante uma pandemia global tem sido um grande desafio. Mas até agora, minha maior surpresa foi em relação ao quanto a sociedade canadense é diversa e geralmente pacífica. Uma coisa é ouvir sua descrição, outra é estar imersa em um lugar que reúne origens tão diversas.

GV: Como você descobriu a GV e começou como colaboradora?

I have been part of the GV sphere since the very beginning as it played an important role in elevating the voices from the MENA blogging scene. In 2019, I became very passionate about the idea of contributing positively and effectively to transparency and representation in the region’s media, and contacted Mohamed Gohari to discuss how I could best contribute to GV’s work.

Faço parte da esfera da GV desde o início, pois a comunidade teve um papel muito importante ao elevar as vozes do cenário blogueiro da MENA. Em 2019, me tornei bastante envolvida pela ideia de contribuir positiva e efetivamente com a transparência e representação na mídia da região, e entrei em contato com Mohamed Gohari para discutir como eu poderia contribuir melhor para o trabalho da GV.

GV: Por que você acha que a GV é importante?

GV plays an essential role in providing a platform for independent voices from the region to reach a global audience.

A GV exerce um papel essencial ao fornecer uma plataforma para vozes independentes da região para atingir uma audiência global.

GV: Como a GV mudou sua visão do mundo?

Being a GV contributor during the COVID-19 pandemic was especially an eye-opening experience. At the beginning I was frustrated because of the severe lack of information about the virus coming out of the MENA Region, and so I focused on working with the Lingua team to disseminate as much useful content in Arabic as possible in order to raise public awareness. This work helped reveal to me critical information gaps in the public sphere, be it worldwide or in Arabic-speaking communities.

Ser uma colaboradora da GV durante a pandemia da COVID-19 foi uma experiência que realmente abriu meus olhos. No início fiquei frustrada por causa da enorme falta de informação sobre o vírus saindo da Região MENA, então me concentrei em trabalhar com a equipe Lingua para disseminar o máximo possível de conteúdo útil em Árabe para a conscientização pública. Esse trabalho me revelou lacunas críticas de informação na esfera pública, tanto no âmbito global como nas comunidades que falam árabe.

Siga a Mariam no Twitter: @mariamadas.

The content of this article does not necessarily reflect the views or opinion of Global Diaspora News (www.GlobalDiasporaNews.com).

To submit your press release: (https://www.GlobalDiasporaNews.com/pr).

To advertise on Global Diaspora News: (www.GlobalDiasporaNews.com/ads).

Sign up to Global Diaspora News newsletter (https://www.GlobalDiasporaNews.com/newsletter/) to start receiving updates and opportunities directly in your email inbox for free.